You are currently viewing Gravidez saudável após os 40

Gravidez saudável após os 40

O sonho da maternidade pode ser adiado, porém a recomendação é que mulheres que optarem em prorrogar a maternidade procurem um ginecologista para avaliar como está sua saúde e conhecer as técnicas de armazenamento e congelamento de óvulos. Esse método é uma opção para preservação da fertilidade.

A mulher, com o avançar da idade, diminui progressivamente a quantidade e a “normalidade” dos seus óvulos, além de estar mais sujeita a apresentar lesões nos órgãos reprodutivos como miomas, adenomiose ou sequelas relacionadas a infecções pélvicas prévias e endometriose.

Ao chegar aos 40 anos as chances de engravidar chegam à apenas 8%. Através das técnicas de reprodução assistida a gestação pode ser tentada até os 50 anos de idade!

Tratamentos como Inseminação Intrauterina (IIU) e Fertilização in vitro (FIV) podem ser indicados e nesta última modalidade podemos ainda incluir as possibilidades de doação de óvulos, ou mesmo, o útero de substituição (barriga de aluguel). Por isto é necessária a avaliação médica, para que os tratamentos sejam indicados conforme o perfil de cada mulher.

Referências bibliográficas:

Best practices of ASRM and ESHRE: a journey through reproductive medicine Fertil Steril_ 2012;98:1380–94. _2012 by American Society for Reproductive Medicine.)

https://www.fertstert.org/article/S0015-0282(12)02298-4/fulltext

Endometriosis and infertility: – Fertil Steril_ 2012;98:591–8. _2012 by American Society for Reproductive Medicine.

https://www.fertstert.org/article/S0015-0282(12)00585-7/fulltext

Guidance on the limits to the number of embryos to transfer: Fertil Steril_ 2017;107:901–3.

https://www.fertstert.org/article/S0015-0282(17)30227-3/fulltext